Pisa

Pisa

pisa-corbis_1648512c

Localizada na Toscana e cortada pelo Rio Arno (o mesmo que passa em Florença), Pisa é pequena e pacata. Mas engana-se quem acha que ela teria pouca importância se não fosse a famosa torre inclinada: é lá onde está uma das mais renomadas universidades da Itália.

No início da Idade Média, Pisa era uma grande cidade portuária, chegando a ser tão importante quanto Gênova e Veneza. Esse prestígio começou a decair à partir de 1284, quando a cidade perdeu uma guerra contra os genoveses. Para piorar, nos anos seguintes, começou a ocorrer um aterramento do seu porto, o que selou o destino da cidade. Tanto que, hoje em dia, Pisa não é mais uma cidade costeira.

1395208_593255170730545_1919329176_n

 

Como chegar…

 

A cidade de Pisa tem 2 estaçõe de trem: Pisa Centrale e Pisa San Rossore.

A maioria dos trens que vem de outras cidades italianas vai até a Estação Pisa Centrale. Ela fica a cerca de 2 km da praça onde está a Torre.

Já a outra estação, Pisa San Rossore, fica bem próxima: cerca de 400 metros. Mas em compensação, quase nenhum trem vai direto até esta estação, sendo necessária uma baldeação em Pisa Centrale. Só há uma exceção: quem vem da cidade de Lucca. O trem deixa o passageiro diretamente em San Rossore.

Outra opção é alugar um carro para ir até Pisa. A cidade está a cerca de 100 km de Florença e cerca de 20 km de Lucca.

Mas atenção: não é permitido circular de carro no centro histórico (só veículos públicos e de moradores, que tem autorização especial para isso). Porém, é possível estacioná-lo nas imediações da Piazza del Duomo (onde está a torre).

644348_593255337397195_1601583801_n

De Pisa centrale para a torre

Opções: • Pegar um ônibus (pegar a Linha LAM Rossa, em frente a estação, que deixa próximo à Torre);

  • Pegar um taxi;
  • Ir a pé (cerca de 20 min de caminhada)

A caminhada é bem tranquila. O solo é bem plano, o que não cansa tanto e ainda podemos ir apreciando a paisagem e a movimentação da cidade.

 

Chegando em Pisa

Como estava hospedada em Roma,peguei o trem na Estação Termini bem cedinho e segui até Pisa. Foram mais de 3 horas de viagem até chegar na Estação Pisa Centrale .Chegando lá deixei as malas em um depósito de bagagens pago.na própria estação, aí então decidi ir caminhando para conhecer melhor a cidade e aproveitar para um café,que por sinal foi o pior que tomei em toda minha vida!Gente…Vocês não tem noção no quão amargo estava este café!Lá quando se pede um café eles perguntam se o cliente quer café macchiato.Caso não gostem de café amargo nunca,mas nunca mesmo peçam por este café, depois continuei a segui em direção a torre, fui sentindo um pouco o clima de Pisa, que mais se parece uma cidade do interior. Achei um lugar bem agradável.

Em um determinado momento,passei por uma ponte que cruza o Rio Arno, o mesmo que passa em Florença. As construções da margem são todas em tom amarelo e bege, uma paisagem que merecia uma tela de tão linda!.

1456018_593254347397294_1513360183_n

Atravessando a ponte, segui em  frente e conforme fui andando, já comecei a avistar o topo da Torre de Pisa. E, de cara, já dá pra começar a ter uma ideia da inclinação dela.

E derrepente cheguei ao campo dei Miracole, ou simplesmente Piazza del Duomo, a praça onde estão as principais atrações da cidade, cujas fachadas possuem aspecto arquitetônico semelhantes.São eles: a Catedral de Pisa (o Duomo), o Battistero, o Camposanto e, é claro, o famoso Campanário inclinado.

Quando se chega à praça, percebe-se logo que todas as atenções vão p

ara a espetacular Torre de Pisa.

Gente… Ela é muito inclinada!… É incrível como ainda permanece de pé. Tudo bem que algumas intervenções foram realizadas de lá pra cá, mas mesmo assim,ela hoje tem cerca de 4 metros de inclinação.É ou não é pra ficar espantado?

A famosa torre do sino do Duomo começou a ser construída em 1173, sob um solo arenoso e instável. Há controvérsias até hoje quanto ao verdadeiro autor do projeto, mas fato é que projetaram as fundações do edifício de forma errada: elas são muito curtas para uma torre deste porte e para um solo desta natureza.

1463618_593254740730588_741738692_n

Dizem que, ainda quando estavam construindo o 3º andar, já era possível ver a inclinação. Apesar disso, a obra deu seguimento, com vários arquitetos tentando reparar o erro. Em vão: foi concluída em 1350, com uma inclinação de quase 1,5m.

Desde então, várias tentativas foram feitas para tentar consertá-la (ou mesmo impedir que incline mais). A última começou na década de 90, quando conseguiram reduzir 40 cm desta inclinação.

Um fato ocorrido ali entrou pra história. O cientista Galileu Galilei utilizou a Torre de Pisa para fazer seu experimento mais famoso, sobre a velocidade de queda dos objetos. Mas engana-se quem acha que foi por causa da inclinação da torre. Ele a utilizou porque era um dos monumentos mais altos da época.

 images

 

Todo turista que se preze não pode sair da Torre de Pisa sem fazer a típica foto perspectiva.Todo mundo paga esse mico e rende fotos hilárias.

 

1450751_593255227397206_702307393_n

 

A melhor forma de conseguir uma foto que demonstre bem a inclinação da Torre de Pisa é tirando-a de mais longe, pegando todo o Duomo e a torre. Dessa perspectiva, a gente consegue ver bem a diferença dos 2 edifícios: um reto e o outro inclinado.

                                               Subindo a Torre

Pisa03

Ela foi reaberta para visitação em 2001, após a última intervenção feita nos anos 90. São cerca de 300 degraus até o topo, que oferece uma bela vista da cidade e do entorno. Você pode comprar o ingresso no dia, mas dependendo da época do ano, pode encontrar uma fila imensa ou mesmo nem achar ingresso. Aconselho a comprar com antecedência pelo site.  Eu optei por não subir porque além de está me sentindo cansada,achei melhor vê-la por fora mesmo e também já tinha ouvido comentários de que não compensa muito o sacrifício devido a inclinação dela perceber-se mais quando se ver por fora.

 

Duomo

images (1)

O Duomo de Pisa é uma imponente catedral de mármore em estilo romântico-pisano, com uma fachada com 4 fileiras de colunas. Uma das mais lindas da Itália.

Guardando no seu interior o Púbito com figuras em relevo e o mosaico com a imagem de Jesus, situado atrás do altar. Composanto, o edifício retangular de 130 metros que está ao lado do Duomo nada mais é do que um cemitério, com uma particularidade: ele teria, em suas fundações, uma terra especial trazida da Terra Santa pela Quarta Cruzada. Reza a lenda que este solo teria uma condição especial, que faz com que os corpos fossem totalmente decompostos em apenas 24 horas.

Battistero

battistero

1459791_593254990730563_321486291_n

 

Havia nele belíssimos afrescos, mas foram quase que totalmente destruídos por um bombardeio durante a Segunda Guerra Mundial. De frente para a entrada do Duomo está o Battistero, o edifício circular de 55 metros de altura e 35 metros de diâmetro, que é dedicado a São João Batista e é local de batismo. Sua construção foi iniciada em 1152, seguindo o mesmo estilo arquitetônico do Duomo. Mas a obra foi interrompida e retomada 1 século depois por outro arquiteto, que deu um toque gótico ao edifício.

Estando na Piazza del Duomo, você reparará que há uma Muralha medieval no entorno. Datada do século 12, ela “envolve” o Centro Histórico da cidade de Pisa.

 

 

                            Informações turística para  Pisa

  • O ingresso para subir a torre de Pisa ,pode ser comprado na hora ou com antecedência, pelo site oficial (máximo de 20 dias e mínimo de 1 dia de antecedência).
  • A subida é realizada em grupo, com um número restrito de pessoas. Cada grupo tem direito a ficar, no máximo, 30 minutos na torre (para subir, apreciar a vista e descer), não sendo permitido exceder este tempo.
  • São cerca de 300 degraus e a subida pode provocar vertigem em algumas pessoas, por causa da inclinação do edifício.
  • Todos os monumentos doCampo dei Miracolisão pagos, exceto o Duomo.

 

Patty Mendes

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *